Caio e Pablo ajudam o Figueirense a pontuar no Rio de Janeiro

Alvinegro consegue ponto precioso jogando fora de casa contra o Fluminense

Por INfoesporte

Deprecated: Function split() is deprecated in /var/www/vhosts/infoesporte.com.br/httpdocs/noticias/noticias.php on line 125

27/05/2012 - 20h44

Compartilhe:

Tamanho da letra: A- | A+

O Figueirense foi ao Rio de Janeiro com o objetivo de surpreender o desfalcado Tricolor Carioca. Arrancar pontos contra um dos candidatos ao título parecia uma missão facilitada pelas ausências e pela recente eliminação do clube carioca da Libertadores da América. Mas o jogo não se desenhou assim. No final, o empate em 2 a 2 acabou sendo comemorado pelos dois lados.

O Fluminense começou bem melhor a partida e logo chegou ao gol com o endiabrado Marco Júnio após falha de posicionamento da zaga alvinegra. Apesar do domínio tricolor, o Figueirense deixou a primeira etapa com o alento de Wallace ter sido expulso.

Mas o Tricolor nem parecia ter um jogador a menos no início do primeiro tempo. A pressão na saída de bola catarinense permaneceu até que Caio empatou o jogo dando mais coragem ao Furacão. Enquanto pressionava mais o adversário, levou mais um gol, agora de Wágner, mas logo foi buscar com Pablo dando números finais ao placar.

Agora a Série A dá uma pausa no calendário. Somente nos próximos dias 6 e 7 de junho que a terceira rodada será disputada. O Fluminense enfrentará o Santos fora de casa assim como o Figueirense joga contra o Corinthians como visitante.

Primeiro Tempo: Blitz e vitória parcial carioca

O Fluminense começou o primeiro tempo a mil por hora. Com muita velocidade pelos lados do campo e pouco errando nas trocas de passes chegou com perigo ao gol defendido pelo goleiro Ricardo, que fazia sua primeira partida no ano.

A primeira defesa no jogo foi aos 8 minutos. Ricardo apareceu bem para espalmar um toque a queima-roupa do atacante Samuel que desviava, na primeira trave, um cruzamento rasteiro do lateral Carlinhos. Aos 11 minutos, Thiago Neves testou cobrança de escanteio, mas mandou direto para fora.

O atacante Marco Júnio infernizava o zagueiro Sandro. Aos 12 minutos, ele arrancou nas costas do defensor e chegou na cara do goleiro Ricardo após lindo passe do meia Wágner. Ao finalizar de canhota, mandou por cima do gol para o alívio da torcida alvinegra.

Aos 13 minutos, jogada repetida. Desta vez, Ricardo teve que agir e evitar o gol. Marco Júnio foi abafado pelo goleiro alvinegro, mas a bola continuou viva e indo fraquinha na direção do gol. Antes disso, Ricardo se levantou e evitou que ela entrasse. Aos 16 minutos, porém, a pressão carioca resultou em gol. Marco Júnio recolheu bola espirrada dentro da área e girou batendo alta no canto direito sem chances para Ricardo. Fluminense 1 x 0 Figueirense.

A partir daí o Fluminense recuou suas linhas e passou a convidar o Figueirense a jogar futebol para tentar os contra-ataques. Sem sucesso dos dois lados, somente aos 38 minutos houve novo lance perigoso. E foi o primeiro do Alvinegro. Ronny recebeu na esquerda, puxou para a direita e bateu cruzado. A bola quicou na marca da pequena área e confundiu Diego Cavalieri que bateu roupa assustando seus companheiros de time.

Aos 40 minutos, o lance que deu ao Figueirense um alento para ir ao vestiário com o revés no placar. O lateral-direito Wallace que já havia sido punido com um cartão amarelo fez falta em Ronny por trás e acabou levando o segundo amarelo e sendo expulso.

O primeiro tempo terminou com o placar de 1 a 0 para os donos da casa.

Segundo Tempo: Recuperação alvinegra e ponto precioso fora de casa

O segundo tempo começou com o Fluminense assustando e repetindo a pressão do início do primeiro tempo, mas, desta vez, o Alvinegro do Estreito já tinha o antídoto. Foi uma segunda etapa equilibrada, mas que, no fim, pendeu para o time catarinense que soube trabalhar melhor a bola vencendo a disputa no meio de campo.

O primeiro lance de perigo foi de novo do Fluminense. Aos cinco minutos, Ricardo mostrou que estava bem no jogo e voou no canto para espalmar uma cabeçada do volante Fábio Braga após cobrança de falta lateral. A resposta do Alvinegro foi certeira com Caio aos 12 minutos. Túlio fez boa jogada e a bola sobrou para Caio bater no canto e balançar as redes: Fluminense 1 x 1 Figueirense.

A partir daí o Figueirense conseguiu abafar o ímpeto tricolor e passou a dominar as ações. Aos 14 minutos, Pablo quase deixou o dele ao bater cruzado bola rolada com açúcar por Ronny. Num contra-ataque, porém, o Fluminense acabou chegando a mais um gol. Marco Júnio correu na diagonal e deu lindo passe para Wágner entrar sozinho na frente do Ricardo e tocar no canto: Fluminense 2 x 1 Figueirense.

O melhor posicionamento dos alvinegros eram evidenciados pelos finalizadores de jogada. Túlio aos 25 mais uma vez chegou com perigo batendo de primeira na entrada da área. Quatro minutos depois, aos 29, foi Pablo quem arriscou. No chute cruzado que iria para fora, ele levou sorte e contou com o desvio do zagueiro para empatar o jogo novamente: Fluminense 2 x 2 Figueirense.

A pressão continuou dos visitantes que envolvia facilmente um Fluminense com um jogador a menos desde o fim da primeira etapa. Aos 39 e aos 40 minutos, Diego Cavalieri evitou a vitória catarinense. Primeiro ao defender cobrança de falta perigosíssima do atacante Julio Cesar e mandar para escanteio. Na cobrança, Gum jogou contra, mas o goleiro foi muito bem para segurar.

Os minutos finais foram de jogo aberto no meio de campo dos dois times, mas sem conclusões perigosas. E o jogo terminou em igualdade: Fluminense 2 x 2 Figueirense.

Ficha Técnica:

Fluminense: Diego Cavalieri; Carlinhos, Gum, Anderson e Wallace; Edinho, Jean, Thiago Neves e Wágner (Lanzini); Marco Júnio (Matheus Carvalho) e Samuel (Fábio).
Técnico: Abel Braga

Figueirense: Ricardo; Pablo, Canuto (João Paulo Goiano), Sandro e Guilherme Santos; Ygor, Túlio, Toró (Fernandes) e Ronny; Julio Cesar e Caio (Luiz Fernando).
Técnico: Argel Fucks

Cartões Amarelos: Jean, Wallace (duas vezes) (Flu); Canuto, Sandro, Toró e Guilherme Santos (Fig)
Cartões Vermelhos: Wallace (Flu)
Gols: Marco Júnio (16/1T) e Wágner (20/2T) (Flu); Caio (7/2T) e Pablo (29/2T) (Fig)
Arbitragem: Nielson Nogueira Dias foi auxiliado por Jossemmar J. Diniz Moutinho e José P. Wanderlei da Silva
Horário: 18h30
Local: Engenhão
Público: 5.594

PUBLICIDADE

Compartilhe:

0 Comentários para:

Caio e Pablo ajudam o Figueirense a pontuar no Rio de Janeiro

Comentários

  • Nenhum Comentário

Comentar



INFOESPORTE - © Copyright 2011 - Todos os direitos reservados