Agredido, Éverton Santos diz que Avaí iniciou briga e chama M10 de covarde

Atacante do Figueirense também foi expulso após confusão no clássico

Por INfoesporte

16/02/2014 - 22h28

Compartilhe:

Tamanho da letra: A- | A+

Atacante Éverton Santos foi agredido por Marquinhos durante confusão (Foto: Mafalda Press)

O atacante Éverton Santos, do Figueirense, foi um dos protagonistas na confusão que marcou o clássico diante do Avaí na noite deste domingo, no Orlando Scarpelli. Aos 16 minutos do segundo tempo, o atacante cometeu falta em Eduardo Costa, que revidou pisando no jogador alvinegro. A partir daí, atletas das duas equipes trocaram socos e chutes.

Éverton Santos acabou recebendo um soco do meia Marquinhos, que assumiu a agressão e, assim como o atacante, também foi expulso. Para o camisa 11 do Figueirense, os jogadores do Leão já estavam dispostos a iniciar a confusão.

- O jogo estava disputado, aberto, uma partida bonita de se ver, com as duas equipes procurando buscar o gol. No momento da confusão, a gente estava melhor no jogo. Acredito que pelo mágoa por causa do 4 a 0 na Ressacada, eles partiram para a briga. Foi uma coisa pensada por eles mesmos. São jogadores experientes, mas pelo nosso acesso e goleada, foi algo que eles fizeram para dar uma esfriada no jogo - afirmou o atacante em entrevista coletiva após a partida.

- Fui agredido de surpresa. O Marquinhos me deu um murro na nuca. Muitos viram isso. São coisas que precisam ser revistas.  O Marquinhos foi covarde comigo. Eu estava procurando separar a briga. Isso não é atitude de jogador profissional e eu só tenho a lamentar - comenta Éverton.

PUBLICIDADE

Compartilhe:

0 Comentários para:

Agredido, Éverton Santos diz que Avaí iniciou briga e chama M10 de covarde

Comentários

  • Nenhum Comentário

Comentar









INFOESPORTE - © Copyright 2011 - Todos os direitos reservados