Tinga supera perda do filho e quer se manter no time titular

Após algumas partidas fora, volante voltou a atuar na vitória sobre o Atlético

Por INfoesporte

15/07/2013 - 15h57

Compartilhe:

Tamanho da letra: A- | A+

Tinga voltou ao time titular diante do Atlético-GO e quer seguir contra o Palmeiras (Foto: Luiz Henrique/FFC)

É na vontade de ajudar o Figueirense que Tinga se agarra para superar os problemas pessoais. Recentemente sua esposa teve complicações na gravidez e acabou perdendo o bebê. O volante foi liberado pelo clube e ficou de fora das últimas partidas. Com a confiança reestabelecida, Tinga voltou a atuar diante do Atlético-GO, na vitória por 3 a 2 no último sábado.

- Foi Deus que me fortaleceu nesses dias. Venho trabalhando forte após os problemas. Quero enaltecer o trabalho do grupo, da comissão técnica e agradecer pela confiança que eles têm em mim. Estou tranquilo e feliz, pois gosto muito do Figueirense. Quero agora conseguir uma sequência - afirma o jogador.

Tinga revela que o treinador Adílson Batista teve papel fundamental em sua recuperação psicológica.

- Ele me deu muita força. Conversamos bastante e ele falou que o melhor a fazer era ficar com minha esposa. Foi um momento triste para mim e feliz para o Figueirense, pelas vitórias. Eu ficava torcendo pelo grupo, superei e agora estou de volta - comenta.

A vitória sobre o Atlético-GO deixou o Figueirense na terceira colocação da Série B. Tinga comemora a fase do time, mas lembra da dificuldade que o Alvinegro terá no próximo sábado. O adversário será o Palmeiras, um dos candidatos ao título e atual vice-líder.

- A vitória nos deu confiança para o campeonato. Nessa semana temos que trabalhar o dobro, pois vamos enfrentar uma equipe de qualidade. Estamos focados e vamos ajudar um ao outro para fazer um grande jogo contra o Palmeiras - diz.

Assim como no jogo contra o Dragão, Tinga pode ser titular diante do seu ex-clube. O jogador pode fazer o papel de segundo volante ou jogar mais aberto pela direita, caso Adílson Batista escale a equipe com três volantes.

- Tenho que estar sempre bem, independente da posição. Mas ali (pela direita) eu jogo mais livre, posso marcar, ajudar o André ou o Willian (Cordeiro) e tenho a oportunidade de sair para o ataque. Mas se precisarem de mim como segundo volante, vou fazer o meu melhor. Quero sempre jogar - afirma.

PUBLICIDADE

Compartilhe:

0 Comentários para:

Tinga supera perda do filho e quer se manter no time titular

Comentários

  • Nenhum Comentário

Comentar



INFOESPORTE - © Copyright 2011 - Todos os direitos reservados