Contamos histórias e fizemos história. Sob todos os ângulos

Vimos três acessos, cinco títulos e dois rebaixamentos. Estávamos lá em todos os lances nos últimos seis anos. Estávamos lá, sob todos os ângulos, em momentos felizes, tristes e polêmicos, sempre informando com qualidade e imparcialidade. Estivemos lá quando Fernandes, com lágrimas nos olhos, se despediu sem sequer um jogo de despedida. Aliás, quanto choro nós presenciamos. Estávamos lá quando as lágrimas correram no rosto do lateral Héracles, que quase perdeu a perna. O choro da queda avaiana em 2011 e alvinegra no ano seguinte. Choramos juntos de tristeza com a família de João Grah e de emoção com a história de Teteu. Acompanhamos um Galego de língua afiada e passes precisos - quanta pauta rendeu Marquinhos. Acompanhamos um Tiago Volpi espalmar a desconfiança e se tornar ídolo. Vimos dança do Créu no Scarpelli e sua versão de cueca na Ressacada. E também a dança das cadeiras dos técnicos. Aturamos dirigentes mal humorados e nunca desistimos das notícias. Convivemos com profissionais do bem e nos esforçamos ao máximo para trazer a melhor informação. Demos muitos furos, mas também algumas furadas. E sempre reconhecemos: nos acertos e nos erros.

Nascemos digitais e crescemos multiplataforma: texto, áudio e vídeo. As ondas do rádio transmitiram nosso recado diariamente pela Rádio Record, e depois mostramos nossa cara, também diariamente, na tela da Record News. Estivemos nos aplicativos e sempre fortes nas redes sociais. Estivemos onde Avaí e Figueirense estiveram. Do Scarpelli a Ressacada, do CFA ao CFT, em Santa Catarina e fora das fronteiras. Acompanhamos crises políticas dos dois lados da ponte: problemas financeiros, parcerias frustradas, resultados ruins. E também celebramos momentos grandiosos: golaços, vitórias inesquecíveis, conquistas, acessos e os títulos catarinenses de 2009, 2010, 2012, 2014 e 2015.

Passamos juntos por diversas fases. Tivemos equipes grandes e pequenas, mas sempre equipes profissionais. Além de milhares de torcedores, a história do Infoesporte foi contada por profissionais. E agradecemos todos que aqui estiveram: Carmelo Cañas, Rafael Gomes, Felipe Lenhart, Kadu Reis, Ricardo Petcov, Daniel Calmon, Filipe Calmon, João Ricardo Ziert, Renan Schlickmann, Diego Albino, Arthur Virgílio e Marco de Bem. E aos parceiros Grupo RIC, Mafalda Press e Rádio Guarujá.

Por fim, agradecemos aos clubes e, principalmente, aos torcedores avaianos e alvinegros, que ajudaram a transformar Florianópolis em referência do futebol brasileiro, e a transformar o Infoesporte em referência quando o assunto é Avaí e Figueirense. Hoje nos despedimos por um período indeterminado, mas com a certeza de que ainda nos encontramos por aí, sempre que Furacão e Leão estiverem em campo. E viva o futebol de Floripa!